• ETAPAS:
1. Composição da Mesa de Honra
2. Abertura da Solenidade, pelo (a) Reitor (a)
3. Entrada dos (as) formandos (as) com o (a) Paraninfo (a)
4. Hino Nacional
5. Hino do Instituto – se tiver
6. Juramento
7. Entrega dos diplomas
8. Discurso do (a) Orador (a)
9. Entrega das placas aos (às) homenageados (as)
10. Discurso do (a) Paraninfo (a) – apenas um
11. Encerramento pelo (a) Reitor (a)

• REQUISITOS PARA COLAÇÃO DE GRAU:

Faz jus ao recebimento de grau acadêmico e ao correspondente Diploma o aluno regular que concluir curso de graduação com observância das normas legais pertinentes.

A Colação de Grau dar-se-á, necessariamente, mediante solicitação formal do aluno concluinte. O pedido da colação de grau deverá ser protocolado pelo interessado, no mínimo 06 (seis) meses antes da conclusão do curso, na época prevista em Calendário Acadêmico.

• COMPETÊNCIA:

A Outorga de Grau compete ao Reitor, sendo que, em seus impedimentos, deverá ser obedecida a seguinte hierarquia, por delegação de competência:

– Ao Vice-Reitor;
– Aos Decanos;
– Aos Diretores de Núcleos, Campi e Centros Acadêmicos.

• DISPENSA:

Não haverá dispensa de colação de grau, uma vez que a realização desta é condição imprescindível para a emissão do correspondente diploma.

• TIPOS DE OUTORGA DE GRAU

Solene:
É realizada com veste talar (toga) e com a presença de um paraninfo, homenageados e orador, em local escolhido pelos formandos e em data e horário a serem definidos entre o Cerimonial da UCS com as comissões de formatura. As datas e os horários serão estabelecidos através de sorteio.

Não-Solene:
É realizada em local designado pela Instituição, em dias úteis, congregando alunos de vários cursos ou com todos os alunos de um três mesmo curso. Não é utilizada veste talar e não são indicados paraninfos, homenageados e oradores.

Gabinete:
É realizada no Gabinete do Reitor, nos casos em que o formando não pôde comparecer, por motivo imperioso, à formatura solene ou não-solene.

• COLAÇÃO DE GRAU SOLENE

Nome da Turma (opcional):
O nome de turma, em geral, é um professor ou profissional da área, que, através de seu exemplo ou prática docente, inspirou os formandos e agora é homenageado emprestando seu nome. A pessoa escolhida não terá tempo disponível para realizar discurso durante a colação de grau.

Paraninfo:
É o padrinho da turma e quem, formalmente, recomendará o bom desempenho dos formandos perante a sociedade, nas funções que porventura vierem a exercer. O paraninfo é a pessoa que conduz os formandos na entrada do salão, e entrega os certificados aos seus afilhados. Este também deverá proferir mensagem formal na solenidade de Colação de Grau, não podendo, sob qualquer hipótese, ultrapassar o tempo limite de dez minutos.

Patrono:
É um professor que se destaca do corpo científico da área do Curso, de reconhecida competência e padrão de referência na área específica de conhecimento. O patrono significa o cargo máximo na hierarquia das homenagens; porém, a figura do mesmo não é obrigatória. O patrono não discursa na cerimônia de colação de grau.

Professor e Funcionário Homenageados (opcional):
Os homenageados são pessoas que no cotidiano das relações acadêmicas e administrativas, tiveram mais proximidade e afinidade com a turma de formandos, e por isso mereceram o reconhecimento e gratidão da mesma. Cada turma poderá homenagear um professor e um funcionário. Estes, não realizam discurso durante a cerimônia de colação de grau.

Orador da Turma:
Os formandos escolherão, dentre eles, o seu orador. A responsabilidade do orador é elaborar um discurso à altura da importância da solenidade. É aconselhável que o orador apresente antecipadamente o discurso à turma para aprovação, uma vez que estará falando em nome de todos. O discurso não poderá ultrapassar, sob qualquer hipótese, o tempo limite de dez minutos; sendo que no final do mesmo, o orador fará o requerimento de colação de grau.

Juramentista:
Os formandos escolherão, dentre eles, um aluno que pronunciará o juramento durante a solenidade de Colação de Grau.

• QUEM FAZ USO DA PALAVRA?

Algumas personalidades têm voz obrigatória; o presidente da mesa, o paraninfo, o orador da turma, o juramentista, o orador da homenagem aos pais e outras personalidades enumeradas pelo protocolo, farão uso da palavra durante a cerimônia de colação de grau.

Matéria produzida por Luciana Lima, exclusivamente para o Portal Formatura.
Em concordância com os dispositivos da Lei N° 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, esse texto só poderá ser reproduzido de forma parcial ou integral, mediante prévia e expressa autorização da autora.
Ainda, conforme prevê a referida lei, a falta de indicação do nome da autora e fonte de origem acarretará em responsabilização por danos morais e materiais.

Fonte: http://formatura.com.br/dicas-de-formatura/182/entenda-os-procedimentos-da-colacao-de-grau-.htm