Um personagem importante durante a solenidade, um aluno escolhido pela turma para representá-la e contar a trajetória e histórias dos estudantes durante a faculdade. Seu papel é descrever, em  um curto espaço de tempo, os desafios, batalhas e vitórias pelas quais a turma passou do início do curso até aquele momento.

No entanto, o orador deve tomar muito cuidado ao contar estas histórias para não ter excessos e tornar o discurso cansativo, o tempo ideal é de 10 minutos de fala sem deixar as pessoas presentes entediadas. Outra dica, não é  necessário falar de todos os colegas, sim curiosidades, coisas interessantes e marcantes sobre os envolvidos com a turma.

É importante também agradecer aos professores, às pessoas que compareceram à solenidade e aos pais, pode ser de forma generalizada, fazer brincadeiras e trazer lembranças é saudável e apresenta um clima de descontração. Outro ponto que pode ser abordado é falar das experiências, do aprendizado durante o curso e as expectativas sobre a profissão.

Pense em um discurso leve, descontraído e bem-humorado, com estes elementos a possibilidade de sucesso será maior. É interessante ensaiar algumas vezes mesmo que seja lido  por ser a maneira tradicional de apresentação, isso ajuda a ter noção de tempo e apropriação do que está escrito, além de maior segurança e ritmo à fala.

A escolha do orador é de acordo a comissão, alguns fatores são levados em consideração como escrita e principalmente a habilidade de apresentação em público. Uma tendência das formaturas é  a escolha de dois oradores, normalmente um homem e uma mulher, para dividirem o texto, isso torna o discurso mais dinâmico.